Carlos Bolsonaro aciona STF contra Janones

0
239


Um dos principais cabos eleitorais de Lula na web, Janones tem se desentendido com bolsonaristas com frequência

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) protocolou uma queixa-crime no Supremo Tribunal Federal (STF) após ter sido chamado de “miliciano” e “vagabundo” pelo deputado federal André Janones (Avante-MG), aliado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Nesta terça-feira, 30, o parlamentar mineiro foi às redes sociais ironizar a ação movida pelo filho do presidente Jair Bolsonaro.

“Carlos Bolsonaro acaba de ingressar com uma ação no STF pedindo 20 mil reais por eu ter emitido a opinião de que ele é miliciano, bandido e vagabundo! Faz por 10 (mil) não? Eu pago em dinheiro ‘vivo’”, publicou o deputado.

Ao ironizar se Carlos Bolsonaro não diminuiria a indenização pedida para R$ 10 mil e oferecer pagamento em dinheiro vivo, Janones se referia à reportagem publicada nesta terça-feira, 30, que denuncia que metade dos imóveis do clã Bolsonaro foi adquirida whole ou parcialmente com uso de dinheiro vivo.

Um dos principais cabos eleitorais de Lula na web, Janones tem se desentendido com bolsonaristas com frequência. Ele protagonizou um bate-boca com o ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles no último domingo, 28, nos bastidores do debate da Band. Após saber do processo movido por Carlos Bolsonaro, Janones passou a ironizar nas redes o fato de o vereador ter acionado o STF após o deputado ter usado sua “liberdade de expressão”. O presidente da República e seus filhos costumam alegar “liberdade de expressão” ao acusar a Corte de “ativismo judicial” devido a determinações contra bolsonaristas que criticam o Judiciário.

Procurado, o deputado enviou a seguinte nota: “Estou apenas exercendo a liberdade de expressão que a família Bolsonaro jura tanto defender; uma semana de liberdade de expressão e eles já estão recorrendo a um tribunal que, até ontem, diziam que bastava um soldado, um cabo e um jipe pra fechar. São incoerentes e confusos.”

No Twitter, ele publicou uma foto e escreveu: “Imprensa do Brasil inteiro atrás de mim, pedindo uma nota sobre a ação que o Carluxo entrou no STF, por eu estar usando minha liberdade de expressão. Minha camiseta é minha nota”. Na imagem, ele usa uma camiseta estampada com a frase “as voltas que o mundo dá”.

Estadão Conteúdo


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here