Roberto Jefferson será levado para Bangu 8 após atacar PF

0
92


Jefferson foi preso pela Polícia Federal, no começo da noite de domingo, 23, após resistir à prisão com tiros de fuzil e uma granada

O ex-deputado federal Roberto Jefferson foi encaminhado ao presídio de Benfica, na zona norte do Rio de Janeiro, no início da madrugada desta segunda-feira, 24, após atacar com tiros de fuzil e granada agentes da Polícia Federal em Comendador Levy Gasparian (RJ). Jefferson deve ser transferido para Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericinó, ainda nesta segunda-feira.

Jefferson foi preso pela Polícia Federal, no começo da noite de domingo, 23, após resistir à prisão com tiros de fuzil e uma granada. Ele se entregou à noite, após 8 horas de descumprimento da ordem de prisão expedida pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Três viaturas da PF deixaram a casa do ex-parlamentar, onde ele cumpria prisão domiciliar desde o início do ano. Jefferson estava em uma das viaturas, sendo transferido para a sede da Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, onde chegou pouco depois das 21 horas

Os agentes da PF foram atacados enquanto cumpriam o mandado de prisão. Os agentes Karina Miranda e Marcelo Vilela, feridos na operação, estão fora de perigo.

A prisão ocorreu depois de Moraes ordenar que a prisão de Jefferson deveria ser feita “independentemente do horário”, O ministro declarou ainda que a intervenção de “qualquer autoridade em sentido contrário, para retardar ou deixar de praticar, indevidamente o ato, será considerada delito de prevaricação”.

Para cumprir um mandado de prisão expedido por Moraes por “notórios e públicos” descumprimentos de medidas cautelares impostas a Jefferson, os agentes da Polícia Federal se deslocaram até o município no interior fluminense ainda no sábado, 22. Em sua decisão para revogar o benefício de prisão domiciliar, o ministro Alexandre de Moraes cita as “ofensas e agressões abjetas” feitas à ministra Cármen Lúcia na sexta-feira, 21, quando o ex-parlamentar, por meio de redes sociais, a chamou de “Bruxa de Blair” e “prostituta arrombada”.

Estadão conteúdo


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here